domingo, 15 de maio de 2016

Poema: "Alma minha gentil, que te partiste",
de Luís Vaz de Camões


Olá pessoal, como estão?
Espero que estejam todos bem.

     Como faz um bom tempo que não temos poesias aqui pelo NMW, resolvi trazer hoje um poema belíssimo do poeta português Luís Vaz de Camões. 
     O poema em questão é um soneto (poema composto de dois quartetos e dois tercetos) e é bem triste, pois seu interlocutor (aquele a quem o poema se destina) é a alma da amada que já partiu desta vida e que agora se encontra no céu. 
     O eu lírico do poema, mergulhado na tristeza de ter ficado para trás, se dirige a ela com seus versos, formando, assim, uma poesia triste, mas ao mesmo tempo belíssima.
     Confira.


Alma minha gentil, que te partiste 
Tão cedo desta vida descontente, 
Repousa lá no Céu eternamente, 
E viva eu cá na terra sempre triste. 

Se lá no assento Etéreo, onde subiste, 
Memória desta vida se consente, 
Não te esqueças daquele amor ardente, 
Que já nos olhos meus tão puro viste. 

E se vires que pode merecer-te 
Alguma cousa a dor que me ficou 
Da mágoa, sem remédio, de perder-te, 

Roga a Deus, que teus anos encurtou, 
Que tão cedo de cá me leve a ver-te, 
Quão cedo de meus olhos te levou.

     A primeira estrofe faz referência à morte da amada, ao fato de ela ter partido cedo da vida, deixando o eu lírico na terra, sozinho e mergulhado na tristeza. Já na segunda, ele faz a ela um pedido, para que ela não se esqueça daquele amor de ambos. E nas duas últimas ele implora a ela que, se a tristeza dele merecer, que então ela rogue à Deus para que também o chame para onde ela está.
     Comovente, não é?!
     Camões é fascinante.
     Para finalizar, deixo aqui uma interpretação deste poema que encontrei no youtube.


Por Lerissa Kunzler

2 comentários:

  1. Oláaaa!!!
    Não sou muito chegada em poesia, mas Camões é muuuito bom nisso mesmo! Haha
    Já estudei esse poema na faculdade, ele é muito bonito e comovente.
    Gostei da sua análise dele.
    Um abraço!!

    http://fotografiaeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Camões é bom mesmo, não é?! xD
      Também estudei na faculdade, nunca tinha prestado atenção na beleza que esse poema possui antes disso. É muito bonito e profundo.
      Opa, que bom que gostou!! :D
      Obrigada pela sua visita, abraço!! :D

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...