sábado, 21 de fevereiro de 2015

Séries + Quotes: Band Of Brothers

Olá pessoal, como estão??

     Hoje trago mais um post da categoria Série + Quotes, que traz resenhas, comentários, a sinopse, o trailer, uma faixa da trilha sonora e, é claro, os melhores quotes de cada temporada de uma determinada série. E hoje a série escolhida foi Band of Brothers, uma série de guerra e ação, e eu nem mesmo sei por onde começar essa resenha, de tão sensacional que essa série é.
     Band of Brothers foi lançada em 2001 pela HBO, sendo produzida por Tom Hanks e Steven Spielberg (e eu me pergunto: existe algum trabalho que envolva Spielberg e que não seja nota dez?). A série, que na verdade é apenas uma minissérie, conta com uma única temporada, dividida em 10 partes, sendo baseada na obra de mesmo nome, de Stephen E. Ambrose (o NMW resenhou o livro, VEJA AQUI).
Sinopse: Band of Brothers acompanha a história da "E" Easy Company, o 506º Regimento da 101ª Divisão Aerotransportada, desde o treinamento inicial da equipe, em 1942, até o final da 2ª Guerra Mundial. Com um papel primordial para a resolução do conflito, eles foram uma das unidades de maior sucesso na história militar americana.
      Como no livro que originou a série, a história conta toda a trajetória da Companhia Easy (do 506º Regimento de Infantaria Paraquedista) durante a Segunda Guerra Mundial, desde o pesado treinamento em Toccoa até a invasão ao Ninho da Águia, a fortaleza de Hitler em Berchtesgaden. A Companhia passa por muitas batalhas e momentos marcantes, dentre eles a participação no próprio Dia D, as batalhas na Normandia, em Bastogne, Haguenau, dentre outros.
    Como mencionei anteriormente, eu nem mesmo sabia como organizar e colocar em palavras tudo o que tenho a dizer a respeito da série, mas vamos lá. Sendo baseada na obra de Ambrose, a série transforma os acontecimentos do livro em cenas memoráveis. Quase todas as cenas e acontecimentos do livro estão presentes na série, mas é claro que há algumas diferenças entre ambos - fato inevitável em uma adaptação de qualquer obra. Vale a pena ressaltar também que os acontecimentos retratados na série e, principalmente, no livro são baseados em relatos reais, pois diversos dos sobreviventes da Companhia E foram entrevistados para a composição da obra. Inclusive, os episódios da série também começam com as entrevistas, antes de partir para a parte da série em si.
     A série é bem realista, por assim dizer, e esse fato se deve à ótima fotografia, que merece um grande destaque. As cenas transmitem com um realismo incrível e de uma maneira única a sensação terrível da guerra, os medos - como a expectativa de entrar na guerra e o medo da morte, a coragem e a valentia - como quando os soldados paraquedistas vão para dar o salto que poderia eventualmente levar o soldado a uma morte imediata; e as mais diversas dificuldades na vivência diária dos soldados.
     Já no primeiro episódio há uma cena marcante, que é a da partida, pela própria tristeza que transmite. Os que ficam encaram os que vão sem silêncio, sem entusiasmo, sem vivas. É o silêncio que contempla pela última vez muitos soldados que vão, muitos dos quais jamais voltarão. (Q.1).
     Outro grande destaque da série é a trilha sonora. A abertura dos episódios é memorável, transmitindo uma emoção única. A série é repleta de cenas marcantes e muitas delas mereciam um destaque especial. Quero destacar outra cena que me marcou profundamente e que, para mim, é uma das mais belas de toda a série. É uma cena comovente do 3º episódio, na qual o soldado Blithe encontra o inimigo que ele matou e retira de seu fardamento uma flor e a coloca em seu próprio peito. É uma cena linda e eu admiro essa sensibilidade do soldado, que não via o inimigo como um monstro, mas como um igual, um ser humano.
     As cenas de ação são fantásticas e estão entre as melhores cenas de guerra já existentes, sendo comparadas com filmes como O Resgate do Soldado Ryan, por exemplo, cujas cenas também são bem realistas. Uma das cenas que mais gosto é aquela em que o capitão Winters vai à frente de toda sua Companhia e atira em pé na tropa inimiga, que fica sem reação, acontecimento que mais tarde o leva à promoção. (Q.2) Um comentário à parte: queria muito saber como foi que gravaram aquela cena em que Nixon toma um tiro na cabeça (a bala ricocheteia em seu capacete e ele cai ao chão), mas sem se ferir. Essa cena é fantástica!
     Acho que já comentei na resenha que fiz da obra também, que admiro o capitão - depois major - Dick Winters. Ele foi um grande líder e um grande exemplo, pois não apenas dava ordens, mas ia à frente de seus soldados e cumpria junto com eles tanto as coisas fáceis, como também as tarefas mais difíceis. Era um líder que se preocupava com o que seus soldados sentiam e com suas necessidades, o que lhe conquistou a admiração e o respeito de todos eles. (Q.3).
   Um ponto negativo presente na série, porém, é o favoritismo e o exagerado patriotismo dos americanos. Eles foram grandes heróis, sem dúvida alguma, esse fato é inquestionável. Porém, os alemães, por seu lado, também foram. Quantos jovens alemães, tanto quanto os americanos, tiveram que deixar suas casas, suas famílias para lutar pelo país, por uma guerra que não suscitaram? Não defendo este ou aquele lado (pois ambos tem os seus podres), mas também não apoio o patriotismo americano, que em tudo é retratado como herói. Ao encarar o inimigo, grande parte dos soldados americanos vingavam-se de "Hitler" em qualquer soldado alemão. Mais tarde, outros reconheciam que aqueles soldados inimigos eram iguais a eles e que, se não fosse pela guerra, em outros tempos eles poderiam ter sido até mesmo amigos.
     Um episódio que também merece destaque é aquele que ocorre no episódio de nome Bastogne, se não me engano, e que demonstra de uma maneira única o difícil trabalho dos médicos nos campos de batalha, cuidando dos feridos e mutilados e, inclusive, tendo que lidar com o problema da escassez de medicamentos e outros itens necessários.
     A cena presente apenas na série, em que os soldados americanos descobrem um campo de concentração é chocante e tremendamente triste, fazendo pensar no quão longe o ser humano é capaz de ir e como pode ser possível que algum indivíduo possa cometer tamanha atrocidade contra seu próximo.
     Além de tudo, Band of Brothers nos ensina a respeito da importância da união e da amizade. A Companhia Easy não era formada apenas por soldados, mas por irmãos, soldados que se conheciam um ao outro e que, quando estavam em batalhas, não pensavam apenas em si mesmo, mas também naquele que estava a seu lado.
     É uma série fantástica, uma recomendação indispensável a todos os amantes da Segunda Guerra Mundial e que gostem de ver filmes ou séries que tratam do assunto. Mas vale ressaltar que, para um completo leigo no assunto, a série talvez seja, a princípio, de difícil compreensão. Mas para qualquer outro que já possuir um prévio conhecimento sobre a guerra e sobre a vida de um soldado, é uma obra perfeita para se assistir.

Quotes da série:


Q.1 - "You're about to embark upon the Great Crusade, toward which we have striven these many months. The eyes of the world are upon you." (Você está perto de embarcar em uma Grande Campanha, pela qual nos esforçamos todos esses meses. Os olhos do mundo estão sobre você.)

Q.2 - "If you're a leader, you lead the way. Not just on the easy ones. You take the tough ones too." (Se você é um líder, você guia o caminho. Não apenas os fáceis. Você lidera os difíceis também.)

Q.3 - "A good leader has to understand the people that are under him, understand their needs, their desires or how they think a little bit." (Um bom líder deve entender as pessoas que estão abaixo dele, entender um pouco suas necessidades, seus desejos ou como eles pensam.)

"We're paratroopers. We're supposed to be surrounded." (Nós somos soldados paraquedistas. É normal que estejamos cercados.)

"Farthest from your mind is the thought of falling back, in fact, it isn't there at all. And so you dig your hole carefully and deep, and wait." (Mais distante de sua mente é o pensamento de ser morto, na verdade, ele nem mesmo está lá. E assim você cava seu buraco cuidadosamente e fundo, e espera.)

"I wondered if people back home would ever know what it cost the soldiers to win this war." (Eu imagino se as pessoas em casa algum dia saberão o que custou aos soldados vencer essa guerra).

"How could anyone know the price paid by soldiers in terror, agony and bloodshed, if they'd never been to places like Normandy, Bastogne or Haguenau?" (Como alguém poderia saber o preço pago pelos soldados em terror, agonia e mortes, se nunca esteve em lugares como Normandia, Bastogne ou Haguenau?)

"Look at them. Even in defeat, they still know how to march with pride." (Olhe para eles. Mesmo na derrota, eles ainda sabem como marchar com orgulho.)

"Each of us would be forever connected by our shared experience. And each would have to rejoin the world as best he could." (Cada um de nós estaria conectado para sempre pelas experiências compartilhadas. E cada um teria que juntar-se novamente ao mundo o melhor que pudesse).

"There's not a day that goes by that I do not think of the men I served with, who never got to enjoy the world without war." (Não há um único dia em que eu não pense nos homens com quem servi, que nunca tiveram que aproveitar o mundo sem a guerra).

"I cherish the memories of a question my grandson asked me the other day, when he said: 'Grandpa,  were you a hero in the war?' Grandpa said: 'No, but I served in a company of heroes.'" (Gosto muito das memórias de uma pergunta que meu neto me fez outro dia, quando ele disse: 'Vovô, você foi um herói na guerra?' Vovô responder: 'Não, mas eu servi em uma companhia de heróis.'"

Trailer e trilha sonora:

Vou deixar aqui abaixo o trailer legendado de Band of Brothers, com ele já dá para se ter uma ideia da emoção que a série transmite e do quão sensacional ela é. E, ao lado, deixo uma faixa da trilha sonora (a mesma da abertura), que é belíssima. Abaixo, também, deixo a própria abertura da série.

video


E aí, quem já conhecia a série? É com certeza uma ótima dica para os interessados - como eu - na Segunda Guerra Mundial. O que acharam? Em breve teremos mais.
Por Lerissa Kunzler

7 comentários:

  1. Super bem explicado! A série é fora do normal... ainda não existem adjetivos suficientes hahahaha
    Se tb gosta de WWII assiste The Pacific (série) e Fury(filme)
    :)
    Teu blog tá favoritado já! Hahaha gostei bastante!
    amandahillerman.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, é fantástica!!! xD
      Já ouvi falar muito de The Pacific e até já vi o trailer! Obrigada pela dica, pretendo ver sim, sou fascinada por temas como a Segunda Guerra Mundial!!
      Opa, que bom saber que gostou!!! xD
      Obrigada pela visita!! :D

      Excluir
  2. Oi Lery!
    Essa série parece demais!!!
    Estou vendo tanta série, mas começo a facul na quarta-feira aí fica difícil acompanhar algumas rsrs

    Ahh! Te marquei na TAG: Only Lovely Blog Award lá no LM.
    Beijos
    ​​LiteraMúsicas​ | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha É, com a faculdade é complicado mesmo, eu vejo por mim mesma também!! :P
      Eu passei as férias todas vendo algumas séries, mas mesmo assim vou ter que interromper algumas por um tempo agora.
      Obrigada pela visita!! xD

      Excluir
  3. Oi Lerissa, tudo bem?
    Eu nunca (nunca mesmo!) ouvi falar dessa série... Talvez eu dê uma chance já que você elogiou tanto, o problema é que nunca fui muito fã de obras em que se passam em guerras e coisas do tipo </3
    Mas, vai que ela mude minha opinião, né?

    Por enquanto é isso,
    um abraço!
    www.obaucultural.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fui descobrir a série por acaso e aí ouvi falar do livro e fui ler! hahaha
      Para mim, que gosto muito do assunto, foi uma descoberta fantástica, mas se você não curte muito assuntos de guerra e afins, talvez não vá gostar muito, mas não custa tentar!! :D
      Obrigada pela visita!!! xD

      Excluir
  4. Aaaaahhhh adorei!
    Eu não conhecia a série, nem o livro, mas agora que li seu post e vi que foram tão recomendados por você, vou procurar a série pra ver.
    Adoro filmes/livros sobre guerra. :D

    Beijos!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...