segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Resenha do livro: Água para Elefantes, de Sara Gruen.

Água para Elefantes
     Este foi o 50º e último livro lido por mim no ano de 2013. Bem, por onde começo... É um livro que realmente divide opiniões, enquanto há uns que acham a história simplesmente espetacular, outros acham que faltou algo. Eu, particularmente, gostei da história. O enredo é muito bem feito e conforme a história vai se desenvolvendo, você começa a se perguntar: "caramba, onde é que tudo isso vai parar?"
     No decorrer da história, o leitor vai descobrindo que por trás das lonas coloridas e de todos aqueles espetáculos, há muito mais do que se possa imaginar e que para manter o circo de pé, há maneiras muito mais intrigantes do que a simples venda de ingressos. Quando se dá por conta, Jacob está numa situação complicada e que a saída dela não seja tão simples assim e talvez ele perca muito mais do que gostaria.
Sinopse: Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora. Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra. Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais. É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.
"Água para Elefantes" é tão envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos virado a última página. Sara Gruen nos transporta a um mundo misterioso e encantador, construído com tamanha riqueza de detalhes que é quase possível respirar sua atmosfera.
     Após ter perdido seus pais de uma maneira trágica, Jacob perde seu chão. Não tem mais onde se apoiar, não sabe o que fazer, não tem para onde ir, aliás, ele não tem realmente nada. Mas seu destino muda totalmente quando numa noite, ele pula em um trem, sem nem sequer imaginar que aquela atitude mudaria sua vida para sempre. Pela manhã, ele descobre que o trem não era um simples trem, mas sim que pertencia aos Irmãos Benzini: o Maior Espetáculo da Terra.
     E parte da história se passa nesse mundo. Jacob, por ser um 'quase' veterinário, passa a cuidar dos animais e se afeiçoa a eles e aos poucos vai conhecendo as pessoas que vivem nesse mundo. Dentre elas, Jacob conhece a fascinante Marlena e seu esposo, o terrível August, personagens que darão muito o que falar. A narrativa flui depressa e quando se dá por conta, o leitor já está totalmente preso à história, tentando descobrir como tudo acabará. O ponto alto da história está no aparecimento de Rosie, uma elefanta considerada 'burra', mas que talvez seja apenas um pouco incompreendida.
     A outra parte da história se passa com Jacob já velho, sem saber ao certo se possui 90 ou 93 anos, e vivendo em uma casa de repouso. Confesso que gostei bastante dessa aleatoriedade na história e de poder acompanhar essa outra visão de Jacob que, vamos combinar, é muito interessante também. A narrativa é feita com leveza, você acaba lendo páginas e mais páginas sem nem se dar conta. Mas isso, é claro, também se deve à maneira como a história lhe prende.
     Mas na verdade, o que eu mais gostei no livro, foi aquela descrição da autora sobre a elaboração da obra. Ela conta como surgiu a inspiração para a trama e suas pesquisas e estudos para que pudesse construir uma boa história. Me chamou atenção a maneira como ela encaixou diversos acontecimentos e fatos verdadeiros um no outro, dando origem a esse enredo tão bem elaborado da história. Certamente vale a pena conferir.
     Sei que há também um filme baseado no livro, embora eu ainda não o tenha visto. Alguém já o viu? E sobre o livro, já leram? O que vocês tem a me dizer?
Por Lerissa Kunzler.

14 comentários:

  1. Já vi o filme desse livro e gostei bastante, mas não pretendo ler o livro, mesmo assim, adorei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soube que tem o filme, mas não cheguei a assisti-lo. Me sinto o contrário de você, li o livro e não estou com vontade de ver o filme. hehehe Obrigada, e valeu pela visita! :D

      Excluir
  2. Eu ja vi o filme, mas mesmo assim ainda quero ler o livro, parece ter mais detalhes do que é mostrado no filme.

    espacobooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente acontece isso com as adaptações, os livros sempre possuem um "algo mais" que os filmes não possuem. Boa leitura (quando for ler) e valeu pela visita! :D

      Excluir
  3. Oi Lerissa!
    Li o livro e assisti ao filme e gostei dos dois, apesar de preferir o livro. Um das partes que mais gosto é a do Jacob mais velho.

    Beijos,
    Bia Sampaio
    http://www.epilogosefinais.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana! Eu também gostei bastante disso no livro, apesar de não saber como isso foi adaptado no filme. Deu um 'up' na história. Obrigada pela visita, beijos. :D

      Excluir
  4. Eu ainda não li o livro e não assisti ao filme, mas tenho muita vontade de ver e ler! :)

    Beijos,
    http://algoadefinir.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei como você geralmente prefere e eu não vi o filme, mas sempre acho melhor ler o livro primeiro. Nem sempre as adaptações seguem o roteiro do livro. Obrigada pela visita ao blog, beijos! :D

      Excluir
  5. Olá, indiquei seu blog numa tag http://coisasdegabiz.blogspot.com.br/2014/01/selo-liebster-award.html
    Confira!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, obrigada por lembrar do NMW! Vou conferir, beijos. :D

      Excluir
  6. Não vi o filme, mas minha prima viu e me recomendou há um tempo. Achei interessante sua resenha... Eu gosto de ler o livro antes de assistir o filme - até para não ficar com as falsas impressões que a tela passa na mente durante a leitura...
    .
    http://leiagarotaleia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Embora eu nem sempre faça isso, eu também prefiro ver o filme primeiro (mas as vezes também acontece de descobrir que existe o livro, só depois de ter visto o filme hehehe). Concordo contigo. :D
      Valeu pela visita, beijos.

      Excluir
  7. Oi Lerissa!!!
    Assisti ao filme e gostei bastante, mas toda vez que eu ia comprar o livro não dava certo =/
    Mas acho linda a capa, e se o filme é bom O livro deve ser melhor ainda!
    Beijos!
    http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/2014/01/resenha-minha-pequena-grande-mulher.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vi o filme para poder comparar um com o outro, mas no geral, os livros sempre possuem mais detalhes do que o filme, e por isso acabam superando os filmes.
      Obrigada por sua visita, beijos. :D

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...